Tipos Incomuns

“Os diálogos de Tom Hanks são excelentes e suas histórias têm a doçura, o humor e a afeição que associamos a seus roteiros, dignas de um verdadeiro escritor.”

-Kirkus Reviews

“Quer dizer que Tom Hanks também é um escritor hilário e perspicaz com uma mente que não para de nos surpreender? Que droga!”

-Steve Martin

“Tom Hanks se mostra um escritor com E maiúsculo. As histórias de Tipos incomuns vão do hilário ao profundamente tocante. Elas variam em época, cenário e estilo, mas todas demonstram o júbilo da escrita, o prazer de descrever atmosferas, amizades, vidas e famílias que são, em todos os detalhes, inteligentes, cativantes e humanas. Tudo isso acrescido do arguto poder de observação e inteligência empática que sempre destacaram Tom Hanks. Eu apenas pisco e balbucio, perplexo e admirado com seus textos.”

-Stephen Fry

Um affaire agitado e divertido e entre dois grandes amigos. Um ator medíocre que se torna uma estrela e se vê em meio à frenética viagem de divulgação de um filme. O colunista de uma cidadezinha com um ponto de vista antiquado sobre o mundo. Uma mulher se adaptando à vida na nova vizinhança após o divórcio. Quatro amigos e sua viagem de ida e volta à Lua num foguete construído num fundo de quintal.

Essas são apenas algumas das pessoas e situações que Tom Hanks explora em sua primeira obra de ficção, uma coletânea de histórias que disseca, com grande afeição, humor e perspicácia, a condição humana e todos os seus defeitos. Os contos têm algo em comum: em todos, uma máquina de escrever desempenha um papel - às vezes menor, às vezes central.

Conhecido por sua sensibilidade como ator, Hanks traz essa característica para sua escrita. Ora extravagante, ora comovente, ocasionalmente melancólico, Tipos incomuns deleitará e surpreenderá seus milhões de fãs.

Tom Hanks
TOM HANKS

TOM HANKS é ator, roteirista e diretor, além de produtor pela Playtone. Textos seus já foram publicados no The New York Times, na Vanity Fair e na The New Yorker. Este é o seu primeiro livro de ficção, que gira em torno de uma das paixões do autor. Dono de mais de 100 máquinas de escrever, Tom Hanks redige seus histórias num notebook.

Arqueiro